• Quarta-Feira, 19 de Dezembro de 2018
  • Porto Feliz - Bom dia

Entenda como acontece a contaminação da meningite

Videos_01

Entenda como acontece a contaminação da meningite

O diagnóstico de meningite pode ser bastante assustador para muitas pessoas. E não poderia ser diferente, pois a doença é realmente grave. A contaminação da meningite é relativamente simples de acontecer. Por isso, é fundamental obedecer a uma série de cuidados que explicaremos neste artigo.


O cérebro humano, a medula espinhal e outras partes do sistema nervoso central são recobertos por uma membrana chamada meninge. Quando algum vírus ou alguma bactéria consegue vencer essas membranas, ocorre a meningite. Ou seja, uma infecção das meninges.


Tipos de meningite e suas diferenças

A doença pode ser causada por diferentes agentes — os mais comuns são vírus e alguns tipos de bactérias.


Meningite viral

A principal forma de transmissão é pelas vias respiratórias e os sintomas costumam se assemelhar aos de gripes e resfriados. É comum o paciente sentir dores de cabeça, inapetência e febre. Como a pressão intracraniana aumenta muito, também fica mais difícil encostar o queixo no peito. Essa rigidez da nuca é uma característica marcante da doença. O quadro das meningites virais é um pouco mais leve.


Meningite bacteriana

As meningites bacterianas são bem mais graves e precisam de tratamento imediato. Os principais causadores dessa doença são os meningococos, pneumococos e hemófilos. Todos esses microrganismos são transmitidos pelas vias respiratórias.

No início, os sintomas podem ser parecidos com os da meningite viral, mas, em pouco tempo, o paciente pode apresentar também vômitos fortes em forma de jato e, algumas vezes, manchas vermelhas pelo corpo. Nos bebês, a moleira fica mais elevada.


Formas de contaminação da meningite

Tanto as meningites virais quanto as bacterianas têm um fator em comum: a transmissão se dá pelas vias respiratórias.


Tratamentos e prevenção da meningite

Quando se trata de uma meningite viral, o tratamento é o repouso — para que o organismo possa lidar com a infecção.

Já no caso das meningites bacterianas, o tratamento é feito no hospital. O paciente recebe antibióticos na veia, pois eles têm um poder de ação maior.


A boa notícia é que há uma forma de prevenção muito eficiente às meningites bacterianas: a vacina.

A imunização contra a meningite causada por hemófilos já faz parte do calendário de vacinação do Ministério da Saúde.

Ela deve ser dada em bebês com dois, quatro e seis meses de vida. Depois, há também as doses de reforço.

Caso você ainda tenha alguma dúvida sobre como ocorre a contaminação da meningite ou suspeita de algum caso próximo a você, entre em contato com uma Unidade de Saúde próxima, Vigilância Epidemiológica, Secretaria Municipal de Saúde. Cuide-se!

Desejo a todos um 2018 com muita saúde e realizações !!!


Fonte de pesquisa: https://blog.drconsulta.com/2017/06/entenda-como-acontece-a-contaminacao-da-meningite/


Comentários