• Domingo, 21 de Outubro de 2018
  • Porto Feliz - Bom dia

Ancestralidade

Videos_01

Ancestralidade

2017 só está começando, mas talvez você, caro leitor, já tenha planejado o ano todo. E assim você seguirá; um dia após o outro, tentando fazer as coisas saírem como foi planejado. Você planta uma semente no começo do ano, e espera que o ano termine com a colheita do que foi cultivado. 

Pode não parecer, mas isso está profundamente ligado ao conceito de ancestralidade, que é uma raiz histórica, da qual nós descendemos, tanto geneticamente quanto culturalmente. E é dessa ancestralidade cultural que quero tratar. 

Nossos antepassados nos deixaram heranças na sociedade, a qual vamos guardando e aperfeiçoando ao longo da história. Política, educação, artes, arquitetura, costumes; tudo isso são heranças que nos foram deixadas e formam a identidade do nosso povo. Nesse sentido, nós nos tornamos ancestrais quando deixamos uma herança imaterial para as gerações futuras: uma produção intelectual, nossos feitos na sociedade e nosso exemplo de vida (esta, talvez, a maior). 

As gerações se inspiram no que lhes foi deixado, aperfeiçoando cada vez mais e transmitindo aos próximos. Cultivando assim, a árvore que foi plantada. Nossa cidade tem a honra de ser uma das raízes da nossa nação. Daqui partiram nossos antepassados para desbravar o Brasil e formar o nosso país. 

Para que os bandeirantes sejam nossos antepassados não é necessário que sejamos descendentes genéticos deles, são ancestrais de todos que partilham de sua contribuição. E nós, porto-felicenses, principalmente, pois herdamos a terra donde partiram. Herdamos com isso os feitos de sua bravura. Herdamos um lugar central em nossa nação, por direito. Brancos, negros, indígenas. 

Os homens que formaram a nossa nação nos deixaram uma grande responsabilidade: cultivar o que foi plantado. E assim, de geração em geração, como se fosse um dia após o outro, nós devemos honrar a bravura e o sofrimento dos nossos antepassados; fortalecendo os traços do nosso povo e aperfeiçoando a nossa sociedade. 

Neste ano que só está começando, vamos fazer um trato com nossos ancestrais? O dia de amanhã não sabemos, só nos cabe o dia de hoje. Assim também nos cabe fazer nesta geração, conservando o que nos foi deixado, e deixar para a próxima o nosso trabalho. 

Em 2017, honremos a memória dos nossos antepassados com a arte, a culinária, os costumes. Honremos dando contribuições à sociedade. Sendo pessoas mais participativas na política, na cultura, na economia, nas atividades sociais, e em tudo que tiver espaço para contribuirmos. Deixe o seu nome para os seus descendentes honrarem.

Comentários